Violão Iniciantes

AULAS DE VIOLÃO PARA INICIANTES [PARTE IV]

Desenvolva ainda mais suas habilidades no violão com a nossa terceira aula de violão para iniciantes

Como visto nas aulas de violão anteriores, uma das partes mais importantes em como aprender a tocar violão é o ritmo que você dá à música. É isso o que a diferencia de todas as outras, ainda que ela possua os mesmos acordes em sequência. Quantas vezes já não foram feitas músicas que possuem um ritmo tão característico que, só de ouvir os primeiros acordes tocando, você sabe de qual música se trata? Por isso, conhecer diversos ritmos e saber como executá-los com perfeição é tão importante para quem quer saber tocar violão.

Algumas dicas sobre ritmos

Além de treiná-los com exercícios, você pode aprender ritmos novos apenas escutando algumas músicas. Depois de um certo tempo lidando com o instrumento nas aulas e treinando, fica mais fácil aplicar um ritmo que você tenha escutado de uma música. Porém, assim como cantar junto com o violão, esta é uma habilidade que você apenas desenvolve com a prática constante, não existem atalhos.

Por isso, é importante que você não se prenda a um ritmo só, usando-o em todas as músicas apenas porque você o domina. É mais do que interessante procurar ritmos novos e desafiar-se para aprendê-los, por mais difíceis que eles pareçam ser para você.


Uma dica importante para quem quer saber como aprender a tocar violão de forma correta e mais rápida é  treinar ritmos e acordes separadamente, mas isto será possível caso tenha algum conhecimento sobre o assunto, como você, que acompanhou as nossas aulas de violão anteriores.

De nada adianta se esforçar para conseguir executar os dois juntos se você não consegue fazê-los corretamente de forma separada. Treine os ritmos em separado para que o seu cérebro os assimile melhor e mais rápido, sendo mais fácil de aplicá-los depois juntamente com os acordes.

Mais exercícios de escala

Você deve estar se perguntando o porquê de insistirmos tanto nos exercícios de escala. Bem, aqui vai a resposta: dominar as escalas e a localização das notas em diferentes regiões do braço é algo muito útil e que você usará pelo resto de sua vida musical.

 

É esta habilidade que determinará a sua qualidade como solista e improvisador, que é o que a grande maioria de estudantes almeja quando fizerem a transição para a guitarra. Por isso, é importante treinar escalas das mais variadas e em diferentes regiões do braço para que a defasagem neste ponto não se torne um empecilho mais à frente quando você terminar as aulas.

É por isso que, a seguir, sugerimos mais desenhos de escalas para que você treine e acumule sempre mais conhecimentos. Lembrando que:

  • Nunca esqueça de cantar as notas enquanto realiza a escala. Por mais que você já saiba o desenho e a localização das notas de cor, é importante manter o cérebro atento a isso sempre;
  • Utilize sempre os dedos corretos na hora de fazer os desenhos. Por mais que colocar o dedo quatro naquela casa lá longe pareça impossível, com treino frequente você conseguirá, e isso abrirá e treinará a musculatura da sua mão para que esta aprenda a lidar cada vez melhor com a pressão do instrumento, ficando cada vez mais ágil;
  • Atenção à mão direita sempre. A palhetagem e o dedilhado corretos fazem toda a diferença;

Abaixo, sugerimos cinco desenhos diferentes de escala do tipo pentatônica. 

Pode-se perceber que estes cinco tipos de desenhos da escala pentatônica abrangem quase a totalidade do braço, o que é muito útil para quem está se iniciando agora no mundo da música. Conhecer todo o braço de forma eficiente é imprescindível para que, mais à frente, se consiga realizar improvisações de qualidade.

Inclua exercícios de escala nos seus treinos diários, podendo ser de qualquer dos desenhos já ensinados nas aulas ou que você tenha visto em outros lugares. Treine todos os que forem possíveis, sempre aumentando a velocidade quando você achar que consegue.

Os exercícios de escala estão lhe sendo úteis? Conta para gente se os seus dedos estão mais ágeis e se o seu jeito de tocar melhorou com as nossas dicas de ritmo e dedilhado e recomendamos o cifraclub para aprender mais sobre violão como referência de estudos e também não deixe de conferir a próxima aula para aprender a tocar violão mais!